FISC - Após doze meses de consultas realizadas por uma Comissão de Incidência, estabelecida por iniciativa do Conselho Internacional para a Educação de Pessoas Adultas (ICAE), no âmbito do Fórum Internacional da Sociedade Civil, em um espírito de diálogo com os governos e as agências internacionais, este documento propõesete temas-chavea ser debatidos e decididos na Sexta Conferência Internacional de Educação de Adultos (CONFINTEA VI).

São necessárias ações concretas IMEDIATAS para assegurar o direito fundamental de mulheres e homens a aprender e a desenvolver seu pleno potencial humanoao longo de suas vidas e, por meio disso, abrir possibilidadesparaconstruir outro mundo. Sabemos que tipo de políticas e ações se necessita. Já foram relatadas muitas experiências de sucesso e poderiam ser narradas muitas mais. Nós as discutimos na CONFINTEA V e as temos explorado desde então. O que se necessita agora é ação e por isso os compromissos políticos e coletivos devem ser codificados no Marco de Ação de Belém, apoiados por pontos de referência claros e por um mecanismo de monitoramento definido, transparente e eficiente.

A aprendizagem ao longo de toda a vida em todos os países é a chave para o futuro. O tempo urge. O risco que se corre por causa da inação é muito alto.